Ecoinset

Produtos Químicos para o Controle de Escorpiões

Quando o assunto é Controle de Escorpiões, uma discussão sempre é levantada nos vários anos que acompanhamos o Controle de Pragas no Brasil, a questão de se existem ou não Inseticidas específicos para Escorpiões.

Quando o assunto é Controle de Escorpiões, uma discussão sempre é levantada nos vários anos que acompanhamos o Controle de Pragas no Brasil, a questão de se existem ou não Inseticidas específicos para Escorpiões.

A resposta é sim!!

Apesar de alguns Orgãos de Saúde noticiarem que não existe a possibilidade de Controle dos Escorpiões com Produtos Químicos, que são Inseticidas Domissanitários, existem no mercado Produtos Registrados pela ANVISA para esta Praga-Alvo. Estes inseticidas tem formulações diferenciadas, inclusive os de melhor atuação possuem o princípio ativo protegido por microcápsulas, são chamados de Inseticidas Microencapsulados. Também existem Inseticidas de formulação convencional registrados para Escorpiões, e a característica dos mesmos, tanto os microencapsulados quanto os convencionais, é a de serem não repelentes, não desalojantes e possuírem um longo efeito residual.

Estas são as questões fundamentais para um Inseticida ser efetivo no Controle dos Escorpiões, pois este aracnídeo não pode “sentir” o produto no Ambiente, assim ele entra em contato com o residual de inseticida aplicado no ambiente , se infectando  e vindo a morrer.

A maioria dos Inseticidas comerciais à venda no Mercado  tem efeito de repelência, daí vem a preocupação dos Órgãos de Saúde em alertar a população para não utilizar Inseticidas, e, neste ponto concordamos, pois se este  Inseticida tiver efeito de repelência e desalojamento,  aumentam as chances de acidentes, pois se desalojam e atacam, ou pressentem o inseticida e se locomovem para dentro de residências ou outros locais.

Importante ressaltar também, que estes Produtos tem seu Registro para “Uso e Venda Restrito por Empresas/Entidades Especializadas” e não podem ser vendidos diretamente ao Público.

Importante reforçar que as ações de limpeza dos ambientes sejam permanentes e que não sejam acumulados objetos em desuso, para não servir de abrigo, também em caso de acidente/picada, que o paciente seja levado para posto de atendimento mais próximo o mais rápido possível, e se possível que seja levado também o animal para identificação.

Antes de contratar uma Empresa Controladora de Pragas verifique se a mesma está devidamente Registrada na Vigilância Sanitária, Registro no Órgão Ambiental e principalmente se ela Registrada no Conselho Regional de Fiscalização, juntamente com seu Responsável Técnico, toda segurança e cuidado são indispensáveis na hora de contratar uma “dedetização” para que não aconteçam problemas ainda maiores.

Paulo Miguel Flach
Tecnólogo em Gestão Ambiental
Gestor Técnico Ecoinset Saúde Ambiental
 

Veja outros artigos do blog!